Dormir bem é mais importante do que você imagina

Saiba o que muda no seu organismo quando você tem boas noites de sono

FB_SFCDPI_1811_blog

Mais do que restaurar o corpo depois de um longo dia, dormir é fundamental para diversas funções no organismo.  Durante o sono é quando ocorre redução da pressão arterial, diminuição dos batimentos cardíacos e relaxamento muscular.

Além disso, alguns hormônios são influenciados pelo sono, como insulina, que controla as taxas de glicose no sangue, leptina e grelina, que controlam o apetite, hormônios da tireoide (que são essenciais para vários controles do organismo, como os batimentos cardíacos, a temperatura, o metabolismo mais rápido ou mais lento, e os movimentos intestinais), hormônio do crescimento e outros.

Quem não dorme bem também tem mais tendência a engordar, aumentar as taxas de gordura e açúcares no sangue, ter hipertensão e maior risco de doenças cardiovasculares.

Além disso, noites bem dormidas podem colaborar positivamente com vários outros mecanismos:

1. Saúde mental: O humor e as emoções ficam mais equilibrados. Quando não estamos com o sono em dia, temos maior tendência a desenvolvermos ansiedade e depressão, por exemplo.

2. Foco e memória: O cansaço pode causar esquecimentos e aumenta a chance de cometer erros nas atividades cotidianas. Depois de dormir bem, o raciocínio fica mais rápido e melhor.

3. Produtividade: Geralmente, sete a nove horas de sono ininterrupto melhoram a capacidade produtiva no dia seguinte.

4. Saúde física: O sono ajuda a fortalecer o sistema imunológico contra infecções, evita doenças crônicas e ajuda a manter o peso.

5. Segurança: Você fica menos propenso a ter problemas de atenção e pode evitar acidentes. Dirigir com sono, assim como realizar outras tarefas que requerem atenção, é perigoso para você e para os outros.

Como manter o ânimo no dia a dia?

Vários fatores podem contribuir para diminuir seu ânimo diário. Veja atitudes que podem melhorar sua rotina

FB_SFCDPI_131_blog1

É normal ficar cansado no decorrer da semana, mas quando a falta de ânimo começa a atrapalhar a rotina, algumas medidas podem ajudar a manter o pique necessário para o dia a dia.

Corrida, caminhada e exercícios físicos em geral costumam aumentar o ânimo, a sensação de bem-estar e melhoram a disposição física para as atividades diárias. Outros benefícios são: reforço do sistema cardiovascular, estimulação do sistema imunológico e prevenção de doenças, como a obesidade.

A alimentação é um fator igualmente importante. Alimentos como frutas, vegetais, sementes e castanhas são mais naturais e melhores para o corpo do que o consumo excessivo de alimentos mais pesados como carne vermelha, por exemplo.

A falta de água pode ser um dos principais motivos para o cansaço e desânimo diários, portanto, para quem não gosta ou não tem o hábito de consumi-la com frequência, o ideal é beber aos poucos, aumentando a quantidade de copos no decorrer do dia, até chegar a algo em torno de dois litros. A água ajuda a manter a temperatura corporal. Se você não toma água, seu organismo esquenta mais do que o necessário e se cansa mais rápido.

A fadiga demasiada pode indicar também que algo não vai bem com seu organismo. Por isso, não deixe de procurar seu médico e realizar exames preventivos regularmente.

Osteoporose pode demorar a se manifestar

Para ficar longe da doença, o ideal é adotar medidas preventivas desde cedo

FB_SFCDPI_1111_blog

 

A osteoporose é uma condição metabólica caracterizada pela perda progressiva da densidade óssea, aumentando o risco de fraturas. É uma doença silenciosa, difícil de ser descoberta, não apresentando sintomas no início e manifestando-se em fase avançada com a fratura espontânea de um osso, por exemplo.

Na maioria dos casos a osteoporose está relacionada ao envelhecimento e afeta ambos os sexos, mas é mais frequente nas mulheres, principalmente após a menopausa, devido à queda na produção de estrogênio.

Como todas as estruturas do nosso corpo, os ossos precisam se manter saudáveis. Eles estão em constante renovação e é esse processo permanente que possibilita a reconstituição do osso quando ocorrem fraturas.

A osteoporose ocorre quando o corpo deixa de formar material ósseo novo suficiente, ou quando o material dos ossos antigos acaba sendo reabsorvido pelo corpo. Em alguns casos podem ocorrer as duas situações. Se os ossos não se renovam como deveriam, ficam frágeis, porosos e mais suscetíveis à fraturas. A densitometria óssea por raios X é um exame fundamental para o diagnóstico da doença.

Fatores de risco

Vários fatores podem levar à doença, como histórico familiar, deficiência na produção de hormônios, alimentação deficiente em cálcio e vitamina D, baixa exposição à luz solar, sedentarismo, tabagismo e outros.

Prevenção

Medidas contra a osteoporose devem ser tomadas desde cedo, tanto na infância quanto na adolescência, para garantir maior formação de massa óssea, mas também durante toda a vida.

Priorizar alimentos ricos em cálcio, tomar sol para fixar vitamina D no organismo e praticar atividades físicas, como pilates, musculação e caminhada podem ajudar a manter a doença longe.

Com a colaboração de todos é possível acabar com a dengue

A melhor forma de se proteger do mosquito transmissor é evitar que ele se desenvolva

FB_SFCDPI_0511_blog

Hoje, dia 05 de novembro, é o dia Nacional de Controle à Dengue. Esta data faz parte de um projeto desenvolvido pelo governo federal com o objetivo de mobilizar e informar a população sobre os riscos da doença.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima–se que mais de 80 milhões de pessoas são infectadas anualmente pelo mundo. No Brasil, o Rio de Janeiro tem sido um dos principais focos da doença. Seu clima tropical, as grandes concentrações urbanas, as deficiências na rede de água encanada e na coleta de lixo explicam o alto índice de proliferação do mosquito.

Qualquer local limpo e com água parada serve de “berço” para os ovos do Aedes Aegypti. A melhor forma de se proteger do mosquito é eliminar os criadouros. Medidas simples como não deixar acumular água em garrafas, pneus e vasos de plantas, por exemplo, ajudam no combate à doença. Para que haja maior proteção contra a dengue, estas medidas devem ser adotadas por toda a população.

Pensando nisso, o Ministério da Saúde fornece o número 0800 770 5870 para receber queixas sobre locais que possam ser abrigo para as larvas do mosquito. Eliminando os focos da proliferação, a prevenção ficará muito mais fácil.

Até 15% dos homens acima dos 50 anos podem ter câncer de próstata

Exames periódicos são a forma eficaz de prevenção

FB_SFCDPI_0311_blog (1)

O movimento conhecido como Novembro Azul é uma campanha para conscientização e prevenção contra o câncer de próstata. Depois do Outubro Rosa, mês da campanha que chamou a atenção das mulheres para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, agora é a vez dos homens se preocuparem com a saúde da próstata.

A próstata é uma glândula que só o homem tem, localizada logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Envolve a parte inicial da uretra, tubo por onde a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela representa um papel fundamental na fertilidade masculina, produzindo até 70% do sêmen. Embora seja formada por vários tipos de células, a maioria dos cânceres de próstata se origina nas glândulas que produzem líquido seminal.

Os exames de toque retal e PSA (antígeno encontrado no sêmen e no sangue) são essenciais para diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que atinge cerca de 15% dos homens acima dos 50 anos. Se descoberto no início, o câncer de próstata tem 90% de chances de cura. A fase inicial não apresenta sintomas e as únicas formas de prevenção são ir ao urologista e realizar exames periódicos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o exame de toque retal deve ser feito a partir dos 50 anos para homens sem casos na família e aos 45 anos para homens com histórico familiar. Porém, boa parte da população masculina não toma as medidas necessárias, pois ainda há preconceito com o exame de toque retal. Por isso, a campanha de conscientização Novembro Azul é de extrema importância, já que a prevenção é o melhor tratamento.

Vida pessoal e profissional: como encontrar um equilíbrio?

Para que tudo ocorra de maneira saudável, é necessário que os dois lados da sua vida estejam completamente...

2810_SF_blog

Smartphones, notebooks e outros aparelhos comuns na vida moderna são úteis para resolver situações inusitadas fora do escritório, mas podem transformar as pessoas em escravas do trabalho. Esse cenário deixa claro a linha tênue entre vida pessoal e profissional. Mas, com tanta conectividade, como encontrar este equilíbrio?
O trabalhador moderno está cada vez mais conectado, e as empresas muitas vezes exigem essa dedicação. Para alcançar sucesso na carreira, é fundamental abraçar os objetivos e trabalhar para resolver problemas ou buscar melhorias. No entanto, para que tudo ocorra de maneira saudável, é necessário que os dois lados da sua vida estejam alinhados.
Ao invés de tentar fazer tudo ao mesmo tempo e alternar entre uma atividade e outra, aprenda a dar prioridade. Trabalhe nas atividades que você tenha classificado como mais importantes, dividindo o restante dos afazeres de acordo com a urgência ou necessidade. Desta forma, você consegue gerenciar seu tempo e realizar as demandas do seu dia.
Disciplina é uma das características mais importantes para a organização. Seja no ambiente corporativo ou doméstico, o importante é fazer as coisas certas, na hora certa. E nessa disputa entre o profissional e o pessoal, precisamos entender que um não funciona sem o outro, e por isso, os interesses devem caminhar juntos, para que não haja conflito ou insatisfação em nenhum dos lados.
Se o trabalho ainda for fonte de satisfação e estiver alinhado aos propósitos pessoais, o desequilíbrio tende a ser menor. O problema é quando o esforço vira fadiga permanente, falta de prazer e pensamentos negativos. Aí é hora de repensar suas prioridades, dando mais atenção aos cuidados pessoais e redefinindo a maneira como você tem aproveitado seu tempo.

Os cuidados com a saúde da sua pele precisam ser constantes

Ao longo dos anos, a pele, assim como todos os demais órgãos do nosso corpo, sofre alterações e vai...

2310_SF_blog

O protetor solar não deve ser utilizado apenas nos dias de sol, mas sim todos os dias, independente da estação do ano. A eficácia do protetor está diretamente relacionada com a dosagem correta que é aplicada sobre o corpo, levando-se em consideração a cor e o tipo de pele.

Assim como todos os demais órgãos do nosso corpo, a pele sofre alterações e vai envelhecendo. A exposição ao sol pode ajudar no combate a osteoporose e participa da síntese de vitaminas importantes para o crescimento infantil, por isso deve ser feita de forma responsável.

Os danos causados pelo sol são muitos, sendo o câncer de pele o mais perigoso deles. A proteção solar deve começar na infância, visto que o principal fator de risco é o efeito acumulativo da radiação solar na pele.

O correto é se proteger diariamente, mesmo em dias nublados, nas áreas expostas como braços, face e pescoço, reaplicando de três em três horas. Além disso, ao praticar atividades ao ar livre ou ao passar o dia na praia, devemos criar o hábito de nos proteger com chapéus e óculos de sol.

Cuide-se, não deixe de usar protetor solar!

Como envelhecer mantendo o bem-estar?

O ideal é se cuidar desde cedo!

2110_SF_blog

Nos últimos anos houve um aumento da expectativa de vida em mais de 30 anos. Porém o desafio não é mais somente aumentar a longevidade, e sim manter uma vida longa com qualidade.

Este acréscimo na expectativa e qualidade de vida é possível devido a diversos fatores, entre eles os avanços esperados nas áreas da medicina regenerativa e na biologia molecular que, segundo alguns estudiosos, não só podem retardar o processo de envelhecimento como também podem revertê-lo. Há um grande avanço que mostra que existem formas de entender melhor como funcionam as células e nosso organismo, podendo assim aumentar essa expectativa de vida.

O envelhecimento saudável consiste na busca pela qualidade de vida por meio de uma série de fatores que variam desde dietas apropriadas até a prática de atividades físicas, sempre em conjunto com um acompanhamento médico adequado. A combinação desses fatores ajuda a melhorar a autoestima e a autoconfiança, preservando e prosperando nossa independência física e psicológica.

Os avanços da medicina estão oferecendo cada vez mais recursos para que as pessoas cuidem da saúde. Muitos problemas podem ser evitados com acompanhamento médico adequado e exames de rotina. A maioria das doenças e debilitações ao longo da vida podem ter seus sintomas controlados, com mudanças simples de hábitos em nosso dia-a-dia.

Então, o ideal é se cercar destes cuidados desde cedo. E vale lembrar: o melhor tratamento para uma vida longa e saudável continua sendo a prevenção.

Efeitos do horário de verão no organismo

A mudança de horário afeta seu relógio biológico e tem efeitos no organismo

blog_sf

 

Na madrugada de sábado para domingo, começou o horário de verão e o relógios de várias regiões do Brasil, incluindo o Rio de Janeiro, foram adiantados em uma hora.

Com essa mudança, o sol passa a se pôr mais tarde, deixando-nos até aproveitar mais algumas atividades do dia-a-dia, como ter uma hora a mais de praia, por exemplo. Mas também nosso relógio biológico é alterado e nosso corpo pode demorar a se acostumar com as mudanças provocadas pela troca de horário.

O primeiro dia do horário de verão tem apenas 23 horas e nosso organismo está acostumado com dias de 24 horas. Portanto, não sentimos fome e sono nos horários habituais. Com esse impacto, nosso corpo não consegue realizar a síntese dos hormônios do crescimento e cortisol de forma adequada, pois o processo ocorre enquanto dormimos.

Os resultados podem variar entre cansaço, dificuldade de concentração, sonolência e irritabilidade. Em geral, conseguimos nos adaptar ao novo horário de três a sete dias após a mudança. No entanto, algumas dicas podem ajudar a melhorar o período de adaptação:

- Quem pratica atividade física deve reduzir os exercícios na primeira semana, para que o organismo se adapte às mudanças.

- Prefira se alimentar se forma leve e com alimentos de fácil digestão. Com a troca de horário, o corpo exige mais energia para se adaptar.

- Mantenha o corpo hidratado para evitar a sensação de cansaço.

- Tirar um cochilo durante a tarde pode parecer uma boa ideia, mas não é. Mesmo cansado, é melhor que você reserve o sono para o horário noturno, ajudando o relógio biológico a se acostumar.

Exames de rotina são essenciais para detecção precoce do câncer de mama

Detecção precoce aumenta em 95% as chances de cura do câncer de mama

1610_SF_blog

A detecção precoce é o único tipo de prevenção possível para o câncer de mama. Neste mês, comemora-se o Outubro Rosa, movimento mundial para conscientizar a respeito da importância da luta contra o câncer de mama e do diagnóstico precoce.

Quando diagnosticado ainda em estágio inicial, as chances de cura da doença, que é a principal causa de morte por câncer na população feminina entre 40 e 70 anos de idade, chegam a 95% dos casos, pois o tumor ainda pequeno tem chances muito reduzidas de se espalhar.

Muitas mulheres têm medo do desconforto causado pelo exame ou do diagnóstico positivo, porém, a mamografia é a principal aliada da mulher na detecção e deve ser realizada por todas as mulheres anualmente a partir dos 40 anos de idade e, aos 35, para aquelas que têm histórico da doença na família.

Previna-se fazendo seus exames de rotina nas unidades Sérgio Franco CDPI! Quem se ama, se cuida.

Por dentro do exame

A mamografia é feita por meio de radiação. Os raios-x passam pelas mamas e desenham uma análise da diferença entre a densidade dos tecidos. Geralmente, o nódulo pode ser destacado a partir de cinco milímetros.

Outros métodos

Principalmente nas mulheres mais jovens, que têm a mama mais densa, os nódulos podem passar despercebidos, pois podem ter a mesma densidade da mama. Para estas pacientes, a ultrassonografia mamária pode ser um bom exame. Caso seja encontrada alguma alteração em um destes dois exames, o médico pode solicitar uma mamotomia, modalidade de biópsia que obtém fragmentos de tecidos mamários para verificar a natureza das alterações.