Atenção no verão: inchaço nas pernas também pode ser coisa séria

É comum as pernas incharem com o calor, mas isto pode ser sintoma de alguma doença

BlogSF01

É só a temperatura subir que os sapatos parecem mais apertados e as pernas ficam mais pesadas. É normal: como o verão nos faz consumir líquidos em excesso, às vezes o rim não dá conta de eliminar tudo rapidamente. Além disto, o calor faz com que as artérias que levam o sangue para os membros inferiores fiquem mais cheias de sangue e, para piorar, as pessoas ficam mais indispostas nesta época e se movimentam menos.

No entanto, nem toda perna incha por causa do calor e é por isto que esta época do ano é perigosa – muitos problemas sérios podem passar batido, já que todo mundo pensa que é um mero inchaço por causa do clima. Leia Mais

Alimento da estação: damasco

Fibras, vitaminas, minerais e muito sabor fazem da fruta uma aliada da dieta

BlogSF05 (1)

Parente do pêssego, o damasco segue o seu “primo” e passa a ser visto com mais frequência durante as festas de fim de ano. Mas esta fruta pequena e um pouco azedinha costuma fazer sucesso além da ceia: ela é a queridinha das pessoas que estão controlando o açúcar da dieta. Leia Mais

Dicas para reduzir o stress no trânsito

É possível passar menos nervoso dentro do carro

BlogSF02 (2)

O trânsito caótico é um problema que assola diversas cidades brasileiras e, dependendo do dia, fica realmente difícil manter a calma. O stress se eleva e o nervosismo sobra para todos os lados. Quem encara o trânsito vez ou outra, como para chegar ao litoral no feriado, não chega a sofrer tanto as consequências. O perigo está em quem enfrenta engarrafamentos a semana inteira, seja ao volante, seja sentado no ônibus. Leia Mais

Monte o prato certo

Na hora de comer você precisa ficar de olho em como divide o espaço do seu prato

BlogSF02 (1)

Na hora de comer você precisa ficar de olho em como divide o espaço do seu prato para ter uma refeição saudável e balanceada. Misturar os três principais grupos alimentares na proporção correta é uma arte que você deve levar para a vida se quiser uma saúde em dia.
Leia Mais

Cuidado à prova de radiação

Seu uso mudou a realidade da medicina, mas a exposição excessiva pode trazer problemas de saúde,...

BlogSF01 (1)

A radiação está presente o tempo todo em nosso dia a dia. Seja por causa de exames ou na atmosfera. O gás radônio, por exemplo, é responsável por 50% da radiação que uma pessoa tem contato durante a vida. Ele é encontrado no meio ambiente e sua concentração pode ser elevada em ambientes fechados, proveniente do solo. A quantidade desse gás no ar muda dependendo dos pontos geográficos e, em países industrializados, chega a 3,0 mSv ao ano. Leia Mais

Consciência ativa

Pessoas que ficam muito tempo sem comer podem desmaiar? Por quê?

sfcdpi-mitos-corte

Pessoas que ficam muito tempo sem comer podem desmaiar? Por quê? Muita gente pensa que é por conta do baixo nível de açúcar no sangue, mas isso não é verdade! Já ouviu falar do reflexo vasovagal?

Para responder a essa e outras dúvidas, conversamos com nosso Diretor Médico e cardiologista, Dr. Rafael Munerato:

Quanto tempo de jejum é necessário para uma pessoa desmaiar?

A maior parte das pessoas acredita que o desmaio acontece devido à diminuição dos níveis de glicose no sangue, mas na maioria das vezes isso não é verdade. Em pessoas saudáveis e que não usam medicações hipoglicemiantes é necessário muito tempo de jejum (em geral alguns dias) para os níveis de glicose baixarem ao ponto de causar o desmaio. Isso porque o nosso organismo possui inúmeros mecanismos para manter os níveis de glicose basal mesmo em jejum prolongado.
Em resumo, a maioria das pessoas que desmaiam depois de algumas horas em jejum é devido ao chamado reflexo vasovagal.

O que é o reflexo vasovagal?
O reflexo vasovagal é o nome dado a um efeito reflexo que ocorre pelo estímulo em alguns órgãos que ativam o nervo vago – um nervo periférico que faz parte do sistema nervoso autônomo parassimpático. A estimulação desse nervo provoca no sistema cardiovascular a diminuição da frequência cardíaca e da pressão arterial. Se esses efeitos forem acentuados a pessoa desmaia pela bradicardia (diminuição da frequência cardíaca) e/ou hipotensão (pressão arterial baixa).

Por que isso ocorre?
O que ocorre, na verdade, é que o estômago vazio começa a ter peristaltismo (movimentos involuntários), e a contração do estômago vazio leva ao estímulo do nervo vago e desencadeia o reflexo.

A desidratação ajuda 
a provocar desmaios?

O grau de hidratação influencia muito esse processo. Se a pessoa estiver desidratada, a queda da pressão arterial será mais acentuada, e o desmaio mais provável.

(Texto publicado originalmente na Revista Sérgio Franco CDPI. Você pode fazer o download para iPad neste link (http://bit.ly/Z6ustb) ou retirar sua versão impressa em qualquer Unidade de Atendimento (http://bit.ly/115N36x).)

Coração de mulher

Dr. Otavio C. E. Gebara fala sobre saúde feminina e seus cuidados

sfcdpi-palavramedica-corte

A mulher sabe cuidar. Trabalho, família e o lar. Tripla jornada. Cuida da sua cabeça e gosta de se informar. Mas nem sempre ela tem as mesmas preocupações com a sua própria saúde, como prova um dado preocupante: as brasileiras acima de 40 anos tem como primeira causa de morte as doenças cardiovasculares. O infarto do miocárdio e o AVC (Acidente Vascular Cerebral) são as causas principais de morte dentro dessa faixa etária.
Leia Mais

Ao pé do ouvido

Em tempos de mp3, saiba como
 se prevenir dos excessos de barulhos e do mau uso de fones de ouvido

sfcdpi-ouvido-corte

Impossível viver em qualquer cidade, grande, média ou pequena, sem ser bombardeado diariamente por estímulos sonoros dos mais variados: buzinas, carros de som, promoções em lojas populares anunciadas por megafones, sirenes, bate-estacas, entre outros. Mas esses barulhos são externos e apenas parte do problema. O risco maior é criado por nós mesmos, com o uso de aparelhos de entretenimento portáteis colados nos ouvidos.
Leia Mais

O teste do pezinho faz aniversário

O médico geneticista Dr. Gustavo Guida explica a importância desse exame revolucionário que, atualmente, já...

sfcdpi-pezinho-corte

Como funciona o teste?
O teste do pezinho é um exame de triagem que busca identificar nos recém-nascidos assintomáticos (aparentemente saudáveis) a possibilidade de serem portadores de doenças congênitas graves. Algumas poucas gotas de sangue em um papel-filtro próprio, colhidas na primeira semana de vida, bastam para esse exame tão importante. Após secar, o papel é enviado para o laboratório,
que irá dosar nessa amostra
as substâncias que permitem identificar os recém-nascidos em risco e quais são as doenças que deve ser tratadas.
Leia Mais

Visualize seu histórico de saúde na internet

Para facilitar ainda mais o acesso de médicos e pacientes a resultados de exames de análises clínicas, o...

sfcdpi-naweb-corte

Para facilitar ainda mais o acesso de Médicos e pacientes a resultados de exames de análises clínicas, o Sérgio Franco dispõe de um serviço online exclusivo, que inclui histórico e laudos evolutivos.

Nessa base de dados, o paciente pode visualizar seu histórico por data da coleta em unidade de atendimento, ou por tipo de exame. Nesse último caso, é possível a visualização de um laudo evolutivo, com todo o histórico de um exame específico em forma de gráfico ou de tabela. Assim fica mais fácil acompanhar exames de rotina, como glicose e colesterol, ou marcadores tumorais.

O acesso à área de laudos é protegido por senha e cada resultado só é liberado ao médico solicitante, ao paciente e, opcionalmente, aos médicos que o paciente possa vir a autorizar em sua área de configuração de privacidade.

No site do laboratório, o histórico de exames de cada paciente é reunido em um código único, o CIP. “Independentemente da unidade em que você for atendido, você vai ser identificado pelo CIP, que está ligado ao nome e à sua data de nascimento, e assim vai ter acesso a todos os exames realizados no Sérgio Franco desde 1996.

Além disso, cada exame que tem seu resultado liberado no laboratório segue imediatamente para disponibilidade online de acesso, e assim as partes prontas vão sendo liberadas rapidamente, sem ter de esperar pelos resultados dos exames mais demorados”, explica nossa Diretora Médica de Análises Clínicas, Dra. Mônica Freire.

Esse serviço garante praticidade para quem não tem tempo a perder e é uma maneira segura de manter um histórico fiel de tratamentos e evolução de indicadores de saúde sempre à mão.

Conheça nossos endereços:
twitter.com/sfcdpi
fb.com/sf.cdpi
www.sergiofranco.com.br

(Texto publicado originalmente na Revista Sérgio Franco CDPI. Você pode fazer o download para iPad neste link (http://bit.ly/Z6ustb) ou retirar sua versão impressa em qualquer Unidade de Atendimento (http://bit.ly/115N36x).)