Visualize seu histórico de exames na Internet

Serviço online do Laboratório Sérgio Franco oferece facilidades para médicos e pacientes

sf_blog

Para facilitar ainda mais o acesso de médicos e pacientes a resultados de exames de análises clínicas, o Sérgio Franco dispõe de um serviço online exclusivo, que inclui histórico e laudos evolutivos.

Nessa base de dados, o paciente pode visualizar seu histórico por data da coleta em unidade de atendimento, ou por tipo de exame. Nesse último caso, é possível a visualização de um laudo evolutivo, com todo o histórico de um exame específico em forma de gráfico ou de tabela. Assim fica mais fácil acompanhar exames de rotina, como glicose e colesterol, ou marcadores tumorais. O acesso à área de laudos é protegido por senha e cada resultado só é liberado ao médico solicitante, ao paciente e, opcionalmente, aos médicos que o paciente possa vir a autorizar em sua área de configuração de privacidade. No site do laboratório, o histórico de exames de cada paciente é reunido em um código único, o CIP (Código de Identificação do Paciente).

“Independentemente da unidade em que você for atendido, você vai ser identificado pelo CIP, que está ligado ao nome e à sua data de nascimento, e assim vai ter acesso a todos os exames realizados no Sérgio Franco desde 1996. Além disso, cada exame que tem seu resultado é imediatamente disponibilizado no site, e assim, exames prontos vão sendo liberados rapidamente, sem ter de esperar pelos resultados dos exames mais demorados”, explica nossa Diretora Médica de Análises Clínicas, Dra. Monica Freire.

Esse serviço garante praticidade para quem não tem tempo a perder e é uma maneira segura de manter um histórico fiel de tratamentos e evolução de indicadores de saúde sempre à mão.

Realize seus exames no endereço de sua preferência com o Atendimento Domiciliar do Sérgio Franco

O serviço é uma opção para clientes que desejam cuidar da saúde com mais conforto, bem-estar e...

sf_blog

Conforto, bem-estar e conveniência: conceitos tão importantes para você estão entre nossas principais preocupações. Eles fazem parte dos fundamentos da implementação do serviço de atendimento domiciliar para exames laboratoriais, prática cada vez mais frequente nos centros urbanos e que evita o deslocamento, seja para fugir do trânsito, seja por impossibilidades físicas ou pelo conforto que apenas ambientes familiares nos oferecem.

Ao optar pela coleta domiciliar, o paciente do Sérgio Franco é atendido no endereço de sua preferência, com a mesma cordialidade, qualidade e tecnologia que encontra nas nossas unidades. Praticamente todos os exames de sangue, bem como o recolhimento das demais amostras biológicas, desde que previamente coletados de acordo com as orientações do laboratório, podem ser realizados nessa modalidade.

O grande destaque do serviço está na boa receptividade. Esse é um dos principais benefícios relatados pelos clientes que utilizam o serviço de coleta domiciliar. A maioria destaca o desempenho do coletador, que demonstra habilidade, paciência e atenção. Isso é exatamente o necessário para a realização de exames em idosos, bebês, crianças e pessoas enfermas. Para quem precisa de repouso ou tem dificuldade de locomoção, esse serviço é mais do que uma comodidade, é uma opção fundamental na recuperação e na promoção da saúde.

O benefício se estende para quem vive a rotina corrida dos grandes centros. A coleta domiciliar, que também pode ser feita no local de trabalho, acaba com a desculpa da falta de tempo para cuidar da saúde.

A entrega dos resultados acompanha essa inovação e pode ser feita via internet ou entregue no endereço indicado pelo paciente.

Qualquer pessoa, em qualquer faixa etária, pode utilizar este serviço. Agende sua coleta pelo telefone (21) 2672-7070.

Conheça nossas novas unidades

Para atender melhor os pacientes de Duque de Caxias e Ilha do Governador, o Sérgio Franco inaugura duas...

NovaSF

Visando oferecer mais comodidade e conforto aos pacientes, o Sérgio Franco aumenta sua rede de unidades e inaugura dois endereços: Duque de Caxias e Ilha do Governador.

As novas unidades oferecem uma extensa lista de exames de análises clínicas e atendimentos diferenciados em ambientes agradáveis, prezando sempre pela eficiência, excelência no atendimento e proximidade. Venha nos conhecer!

DUQUE DE CAXIAS

DuqueCaxias

 ILHA DO GOVERNADOR

IlhaGovernador

 

Teste do Pezinho: Saiba por que este teste neonatal é tão importante

Conheça a história e aplicação de um dos principais exames neonatais

teste_do_pezinho

Apesar de parecerem indefesos e frágeis, os bebês se adaptam de maneira mais fácil do que se imagina. Já em sua primeira semana de vida, conseguem reconhecer a mãe pela voz e pelo cheiro, se comunicam pelo choro e passam a identificar pessoas individualmente. No entanto, o recém-nascido necessita de uma série de cuidados. Entre eles, um exame é fundamental: o teste do pezinho.

O teste surgiu nos anos 1960 nos Estados Unidos, mas se tornou obrigatório em território nacional apenas em 1992, tendo chegado ao país na década de 1970 pelo Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). O exame, que deve ser feito na primeira semana de vida da criança, é muito simples: bastam algumas gotas de sangue do calcanhar para que a fenilcetonúria – doença genética rara que faz com que alimentos que contenham a substância fenilalanina intoxique o cérebro, causando deficiência intelectual permanente – seja detectada.

Hoje, a evolução do teste permite que outras doenças também sejam diagnosticadas, como hipotireoidismo congênito e a fibrose cística. “Somando todas as técnicas passíveis de uso rotineiro na triagem neonatal, poderíamos testar mais de 60 doenças, sendo que boa parte delas já possui tratamento, que deve ser iniciado o mais rapidamente possível”, explica o Dr. Gustavo Guida, médico geneticista e nosso consultor.

Antes e depois
Década de 60
Com poucas gotas de sangue embebidas em papel filtro, o primeiro método – simples, barato e rápido – detectava a fenilcetonúria. Isso permitiu que qualquer agente de saúde pudesse coletar material dos bebês, enviar para laboratórios e obter resultados confiáveis. Uma característica dos exames dessa época era o uso de métodos individuais para cada doença, aumentando o custo, o tempo de realização e o risco de interferências nos resultados.

Hoje
Com o uso de cromatógrafos de alta performance e espectrômetros de massa, sugerido pela primeira vez ainda no século passado, passando a realizar parte dos testes da triagem neonatal, foi possível ampliar o acesso, acelerar os resultados e aumentar sua confiabilidade, além de permitir que com um único   exame fosse possível investigar múltiplas doenças.