AIDS: 19 milhões de pessoas têm o vírus e não sabem

Taxa de contaminação vem caindo mundialmente, enquanto cresce no Brasil

Corte01

Um relatório da ONU revelou que das 35 milhões de pessoas portadoras do vírus da AIDS, 54% delas não sabem que carregam o vírus. Os principais motivos que levam um paciente a não saber que é soropositivo são: difícil acesso ao exame, principalmente em países subdesenvolvidos, ou simplesmente o fato da AIDS ser uma doença silenciosa em seu estágio inicial, fazendo com que a pessoa não pense que exista a possibilidade de ter o vírus.

No Brasil, a situação é preocupante: o número de infecções, que acontecem principalmente em jovens de 15 a 24 anos, aumentou 11% de 2005 a 2013, enquanto no resto do mundo, a taxa de infecção apresenta queda. Outro índice que subiu no Brasil foi o de mortes por HIV, aumentando 7% no período.

Por outro lado, mundialmente a epidemia da AIDS vem diminuindo. Segundo o relatório, nos últimos três anos o número de novas infecções caiu 13%. Por causa do tratamento com medicamentos antirretrovirais, 76% das pessoas infectadas estão no estágio de supressão do vírus, ou seja, não podem transmitir a doença para outras pessoas. Por isso a importância de saber se o paciente tem o vírus ou não. Quanto mais cedo for iniciado o tratamento, mais rápido o vírus pode entrar em supressão. De acordo com o relatório da ONU, se os processos de combate ao HIV seguirem crescentes até 2020, em 2030 a epidemia mundial de AIDS pode se aproximar do fim, evitando 18 milhões de novas infecções e 11,2 milhões de mortes.

Tags:, , , , , ,