Exames de rotina são essenciais para detecção precoce do câncer de mama

Detecção precoce aumenta em 95% as chances de cura do câncer de mama

1610_SF_blog

A detecção precoce é o único tipo de prevenção possível para o câncer de mama. Neste mês, comemora-se o Outubro Rosa, movimento mundial para conscientizar a respeito da importância da luta contra o câncer de mama e do diagnóstico precoce.

Quando diagnosticado ainda em estágio inicial, as chances de cura da doença, que é a principal causa de morte por câncer na população feminina entre 40 e 70 anos de idade, chegam a 95% dos casos, pois o tumor ainda pequeno tem chances muito reduzidas de se espalhar.

Muitas mulheres têm medo do desconforto causado pelo exame ou do diagnóstico positivo, porém, a mamografia é a principal aliada da mulher na detecção e deve ser realizada por todas as mulheres anualmente a partir dos 40 anos de idade e, aos 35, para aquelas que têm histórico da doença na família.

Previna-se fazendo seus exames de rotina nas unidades Sérgio Franco CDPI! Quem se ama, se cuida.

Por dentro do exame

A mamografia é feita por meio de radiação. Os raios-x passam pelas mamas e desenham uma análise da diferença entre a densidade dos tecidos. Geralmente, o nódulo pode ser destacado a partir de cinco milímetros.

Outros métodos

Principalmente nas mulheres mais jovens, que têm a mama mais densa, os nódulos podem passar despercebidos, pois podem ter a mesma densidade da mama. Para estas pacientes, a ultrassonografia mamária pode ser um bom exame. Caso seja encontrada alguma alteração em um destes dois exames, o médico pode solicitar uma mamotomia, modalidade de biópsia que obtém fragmentos de tecidos mamários para verificar a natureza das alterações.

Tags:, , , , ,