Sérgio Franco inaugura Núcleo de Genética Laboratorial

Laboratório é primeiro na rede particular a possuir tecnologia de ponta para triagem neonatal

blog_Tecnologia

 

O Sérgio Franco inaugurou recentemente o Núcleo de Genética Laboratorial (NGL) dentro do Núcleo Técnico Operacional da empresa, em Duque de Caxias (Baixada Fluminense). A nova área possui 132 m² e oferece, além dos exames de triagem neonatal, exames com abordagens bioquímica, celular e molecular voltados para genética clínica, medicina preventiva, farmacogenética, cardiologia, gerontologia e oncologia.

O investimento foi de R$ 1 milhão só para a Neonatologia e a nova infraestrutura e os novos equipamentos, juntos, aumentaram a capacidade de processamento. Estas ações tornam o laboratório pioneiro no serviço particular. Em termos comparativos, um dos melhores serviços públicos de referência no Brasil processa apenas cerca de mil amostras por dia.

Entre todos os aparelhos de tecnologia de ponta, destacamos o Spectrômetro de Massa (MS), um equipamento específico para pesquisa de Erros Inatos do Metabolismo (EIM); o Genetic Screening Processor (GSP), com metodologia fluorimétrica apto tanto para dosagens hormonais quanto enzimática; e o Panthera, picotador das amostras colhidas em papel filtro. “Quando o sangue é colhido no papel filtro, o formulário deste cartão ganha uma etiqueta com código de barras identificando o paciente e seus exames. Basta apresentar esta etiqueta a este picotador que ele identifica a numeração e, por meio de uma câmera fotográfica que funciona como sensor, consegue detectar a melhor área a ser utilizada para análise”, explica Cláudia Muniz, Bióloga, Coordenadora do setor.

A maior automatização no processamento das amostras se reflete na agilidade da entrega dos laudos – e com toda a segurança. Além disto, médico e paciente poderão concentrar o histórico de exames em um só lugar, facilitando o acompanhamento médico do nascimento ao longo da vida de cada indivíduo.

Tags:, , , , ,