Entenda o que são e para que servem os Telômeros

Ideal para quem busca uma vida plena e longa, a alimentação aliada ao estilo de vida saudável é um dos...

shutterstock_134698571

O Jornal Nacional, da Rede Globo, fez uma reportagem sobre um estudo publicado no British Medical Journal a respeito da importância da dieta mediterrânea como receita de longevidade. Isto porque a mistura de vegetais, azeite, peixe fresco e frutas podem manter as pessoas geneticamente mais jovens, uma vez que o consumo destes alimentos está relacionado ao encurtamento dos Telômeros.

Os Telômeros são sequências repetitivas de DNA que existem nas extremidades de todos os cromossomos humanos. O encurtamento destas células está relacionado aos hábitos de cada indivíduo, e faz parte do ciclo natural da vida. A dieta mediterrânea ajuda a reduzir o encurtamento dos telômeros e com isso retarda o envelhecimento e reduz o risco de doenças cardíacas

Com a função de proteger e separar os cromossomos, os telômeros são semelhantes à capa plástica de cadarços de sapato, que impedem que o cadarço desfie, estrague e perca sua função. Em cada célula humana existem 23 pares de cromossomos, portanto, 92 telômeros (um em cada extremidade de 46 cromossomos no total).

O Teste para Medição dos Telômeros é realizado por meio de uma coleta simples de sangue. Ele pode ser requisitado por especialistas das áreas de geriatria, nutrologia, endocrinologia, dermatologia, entre outras. A partir do sangue, se extrai a célula (glóbulos brancos nucleados – Linfócitos T) para estudo do cromossomo e é possível analisar a extensão dos telômeros por uma metodologia de alta sensibilidade e última geração.

O teste também pode ser utilizado em função da estética, pois reflete indiretamente na melhoria da qualidade de vida. Após a realização do exame, com o auxílio do resultado, os especialistas podem sugerir medidas para ajudar as pessoas a lidarem com os “pneuzinhos” indesejados, por exemplo, influenciando o paciente a prezar cada vez mais pela sua qualidade de vida e bem estar.


Confira abaixo tudo que o exame pode revelar:

·         Bom índice de telômeros, bom estilo de vida: é a confirmação de que as ações escolhidas e hábitos de vida adotados estão funcionando;

·         Índice de telômeros insatisfatório, estilo de vida insatisfatório: indica a necessidade de mudanças nos hábitos de vida e evidencia o envelhecimento interno antes do surgimento de doenças externas;

·         Índice de telômeros insatisfatório, bom estilo de vida: neste caso, é necessário verificar com atenção o estilo de vida adotado (qualidade dos alimentos ingeridos, excesso de exercícios, estresse, entre outros) e fazer um diagnóstico mais profundo (há deficiências nutricionais subclínicas? Existe sensibilidade alimentar? É necessário iniciar algum tipo de terapia de reposição hormonal?).

O teste está disponível há mais de um ano no laboratório Sérgio Franco/CDPI. Vale lembrar que para realização da medição dos telômeros é preciso o pedido de um médico, já que o laudo necessita da interpretação e acompanhamento de um especialista.

Saiba mais sobre os nossos serviços em: http://portal.sergiofranco.com.br/

Como envelhecer mantendo o bem-estar?

O ideal é se cuidar desde cedo!

2110_SF_blog

Nos últimos anos houve um aumento da expectativa de vida em mais de 30 anos. Porém o desafio não é mais somente aumentar a longevidade, e sim manter uma vida longa com qualidade.

Este acréscimo na expectativa e qualidade de vida é possível devido a diversos fatores, entre eles os avanços esperados nas áreas da medicina regenerativa e na biologia molecular que, segundo alguns estudiosos, não só podem retardar o processo de envelhecimento como também podem revertê-lo. Há um grande avanço que mostra que existem formas de entender melhor como funcionam as células e nosso organismo, podendo assim aumentar essa expectativa de vida.

O envelhecimento saudável consiste na busca pela qualidade de vida por meio de uma série de fatores que variam desde dietas apropriadas até a prática de atividades físicas, sempre em conjunto com um acompanhamento médico adequado. A combinação desses fatores ajuda a melhorar a autoestima e a autoconfiança, preservando e prosperando nossa independência física e psicológica.

Os avanços da medicina estão oferecendo cada vez mais recursos para que as pessoas cuidem da saúde. Muitos problemas podem ser evitados com acompanhamento médico adequado e exames de rotina. A maioria das doenças e debilitações ao longo da vida podem ter seus sintomas controlados, com mudanças simples de hábitos em nosso dia-a-dia.

Então, o ideal é se cercar destes cuidados desde cedo. E vale lembrar: o melhor tratamento para uma vida longa e saudável continua sendo a prevenção.

Estudo afirma que quase 350 milhões de adultos sofrem de diabetes no mundo

Número duplicou em comparação com as estatísticas de 1980

blogSF01 (2)

A estatística divulgada no periódico científico The Lancet não é nada animadora: segundo pesquisa realizada pela Imperial College de Londres em parceria com a Universidade de Harvard, o número de adultos com diabetes em 2008 alcançou os 347 milhões – mais que o dobro do número calculado em 1980. Leia Mais

Compreensão do metabolismo pode auxiliar na perda de peso

Avanços científicos influenciam novas estratégicas para acelerar a queima calórica de cada indivíduo

Ingerir poucos alimentos. Focar nos pouco calóricos. Subir na balança ao final de semana, e constatar que o ponteiro nem sequer mexeu.

Se você já passou por essa frustração, saiba que a ciência está a seu favor: novos estudos provam que é possível, sim, manipular nosso organismo de forma a interferir em seu funcionamento e aumentar o gasto calórico diário. Leia Mais

Dicas simples ajudam a reduzir o seu colesterol

Combata este vilão do coração fazendo pequenas mudanças no seu dia a dia

Blog06

Todo mundo já sabe que o colesterol alto é um grande inimigo do coração. Um simples exame de sangue já indica os índices de HDL e LDL, os famosos “colesterol bom” e “colesterol ruim”. O ruim, como o nome indica, é o que merece mais atenção – em excesso, ele pode se depositar nas artérias e provocar o seu entupimento, causando risco de doenças cardiovasculares.

Em contrapartida, é importante investir no colesterol bom, pois ele retira o excesso de gordura para fora das artérias, impede o seu depósito e diminui a formação das placas que entopem as veias.

Na teoria, é simples: evitar um e focar no outro. Mas, na prática, como podemos fazer isto? Leia Mais

Dia Nacional da Mamografia é mais um alerta para a prevenção do câncer de mama

Exame é a melhor forma de detectar a doença ainda no começo

blogOutros

O Dia Nacional da Mamografia é comemorado desde 2008 no dia 5 de fevereiro, isto graças a um projeto de lei aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. A data foi escolhida a dedo: é o dia em que os católicos festejam Santa Ágata, protetora contra as doenças mamárias e padroeira dos mastologistas. E, considerando que apenas um dia antes é comemorado o Dia Mundial do Câncer, esta é a melhor hora para divulgar a importância de marcar os exames para prevenir ou detectar a doença precocemente. Leia Mais

Alimento da estação: frutas secas

Aposte na variedade para ter inúmeros benefícios para a saúde!

BlogSF01

É possível comprar e comer frutas secas o ano todo, mas é em dezembro que o consumo fica bem alto – afinal, fica difícil imaginar uma ceia de Natal sem nozes, castanhas, amêndoas, damascos, tâmaras e todas as outras do tipo, não é? Pois pode encher o prato: além de deliciosas, elas fazem muito bem à saúde.

Leia Mais

Alimento da estação: cereja

Além de ser uma delícia, esta frutinha faz muito bem ao nosso organismo

BlogSF05

Natural, na forma de geleia ou em caldas, as cerejas são bem-vindas o ano todo em tortas, bolos e sorvetes. Mas é no fim do ano que ela reina nas gôndolas do supermercado, pronta para figurar nas mesas das ceias de Natal e Ano Novo.  Se você adora esta fruta que mescla o doce e o azedinho, aproveite: além de saborosa, ela traz inúmeros benefícios à saúde.

Leia Mais

Alimento da estação: figo

Seja puro, seco, em calda, geleia, compota ou doce, esta fruta cuida da sua saúde

BlogSF02

É quase impossível descobrir exatamente quando a figueira começou a ser plantada para consumo. Traços de seu cultivo foram encontrados durante escavações em regiões do Oriente Próximo (a região da Ásia próxima ao mar Mediterrâneo, a oeste do rio Eufrates), em sítios arqueológicos que datam de 10.000 a 5.000 anos antes de Cristo.

Leia Mais

Chia – tudo sobre a semente que pode auxiliar no emagrecimento

Além de ajudar na dieta, a chia faz uma verdadeira limpeza no organismo

BlogSF03

 

A chia ganhou espaço nas dietas brasileiras há pouco tempo, mas sua história é muito mais antiga – a planta é cultivada desde 2600 a.C e desde aquela época o grão de chia era consumido por maias e astecas com a intenção de aumentar a resistência física.

Leia Mais